E-commerce

 

Por Maicol Igor de Souza

Matéria da Revista Grandes Formatos

 

 

Voltar ao Blog

 

O crescimento frequente de compras on-line reflete que a cada vez mais brasileiros perdem o medo e buscam no mercado digital produtos para o seu dia a dia. Expandir seu mercado para os clientes virtuais pode ser uma boa saída para melhorar as vendas e a rentabilidade do seu negócio, mas essa decisão e esse investimento devem ser bem pensados, é preciso um bom planejamento para não cometer erros comuns que impedem várias empresas de atingir seu objetivo.

 

O número de lojas do nosso setor explorando esse mercado ainda é considerado baixo, à característica de vender produtos personalizados nos afasta um pouco dessa realidade, a grande maioria dos trabalhos ainda exigem um contato com o cliente para discutir layouts, materiais, acabamentos, prazos e valores.

 

Hoje a vivasys comprova que a grande maioria das empresas de comunicação visual tem seu lucro em cima da impressão, e os outros setores que envolvem mão de obra normalmente geram prejuízo para a empresa. Isso é um dos reflexos da cultura de venda por m², onde essa métrica corresponde apenas por impressão e material, e os setores que envolvem serviço como criação, acabamento, instalação acabam não sendo cobrados corretamente, ou seja, o valor cobrado não corresponde ao custo, assim parte desses serviços geram prejuízo e tiram o lucro gerado na venda da impressão, essa falta de critério para cobrar pelos serviços muitas vezes compromete a saúde financeira da empresa.

 

Nesse cenário, birôs de impressão que apenas imprimem e entregam materiais conseguem ter um custo operacional melhor, podendo praticar melhores preços de venda. Como não possuem um setor de criação por exemplo essas empresas tem seu mercado reduzido, pois somente vão prestar seus serviços terceirizando produção para outras empresas do ramo, agências de propaganda, escritórios de design ou designers freelancers. Nesses casos a internet deve agregar soluções de interatividade para aproximar o cliente e tornar mais ágil seu processo, como temos os exemplos de algumas gráficas on-line que cresceram muito nos últimos tempos e inclusive já estão atacando parte do mercado de comunicação visual com produção de banners e adesivos.

 

Outra solução é explorar a produção em série, produtos prontos são mais facilmente comercializados na web, como temos o exemplo dos adesivos de decoração. Mais que um simples produto, essas empresas apresentam soluções modernas e criativas, simulados em ambientes que encantam o internauta criando uma necessidade e um desejo de compra. Nessa linha temos mercados como adesivos promocionais para vitrine, ou placas de sinalização para prédios que acredito ainda ser um campo pouco explorado, quais outros produtos podem ser vendidos dessa maneira? Embora o mercado on-line esteja em ascensão, a abordagem comercial no caso da comunicação visual é bem diferente do que estamos habituados a fazer, atualmente atende-se clientes e cria-se soluções para seus problemas. No comercio on-line deve-se adiantar esse processo, adiantar a necessidade do mercado para oferecer uma solução pronta.

 

Tanto nos casos dos birôs de impressão, como nas empresas que vendem produtos fabricados em série temos exemplos claros de “foco”, empresas que deixam de fazer tudo, compreendem sua realidade, investem e se especializam em determinado segmento. A grande maioria das empresas do nosso setor ainda “atiram pra todo lado”, abraçando todo o tipo de serviço possível com o intuito de honrar suas responsabilidades. Já estive do outro lado e sei bem que os problemas e o volume de contas diárias muitas vezes não deixa o empresário pensar estrategicamente, mas acredito que mais do que nunca é hora de repensar, se tudo continuar como está, como você vai estar no final do ano que vem? Como você gostaria de estar? E como gostaria de ver sua empresa daqui 5 anos? O que é preciso para alcançar seu objetivo? Compreender seus números, suas virtudes e suas fraquezas é o primeiro passo. O segundo é estar atento as mudanças, definir um objetivo e o que é preciso para alcança-lo, isso é estratégia. Assim todos os dias você estará dando um passo a mais na direção de onde quer chegar, isso chama-se foco. Defina o seu e faça 2018 ser inesquecível. Boa sorte!!!

 

Não encontrou o que procurava?

Tente a pesquisa.

Voltar ao Blog

Central de atendimento

Siga-nos

Vivasign ® Todos os direitos reservados © 2018